"Restava-me o amparo dos livros" - José Jorge Letria

terça-feira, 16 de julho de 2013

Não vou chorar o passado de Tiago Rebelo

Um livro pequeno mas cheio de qualidade.

Cada vez gosto mais de ler romances escritos por homens, começam a ganhar mais lugar na minha estante. Acho que acabam por ser romances mais verdadeiros. As mulheres, tornam os romances muito cor-de-rosa, cheio de floreado muitas vezes desnecessário. Não digo que não gosto deste tipo de romances também, mas os homens vêm o amor de outra forma, mais realista e assertivo. É assim que o homem exprime os sentimentos, pelo menos nos livros que tenho lido. Mesmo assim o amor entre as personagens não deixa de ser forte.

O autor conseguiu prender-me à narrativa. Criou personagens interessantes, Alice, uma jornalista com um grande futuro mas com azar no amor. E o Joaquim um funcionário dos Negócios Estrangeiros. Duas personagens inteligentes que sabem o que querem da vida. Tanto no amor como no trabalho.
Para além destas personagens, o autor narra a história dos pais de ambos. Dois casais aparentemente felizes, vitimas dos fracassos da vida.

Quero mais livros deste escritor.


Sinopse

Quando Joaquim e Alice saíram juntos pela primeira vez, nenhum dos dois sabia ainda que o futuro lhes reservava uma surpresa. Alguns dias antes, numa conferência de imprensa, os seus olhares cruzaram-se e ambos tiveram a certeza de que queriam conhecer-se melhor. O amor que sentiam crescer a cada momento parecia-lhes que seria eterno. Mas, perdidos no fascínio da descoberta, nem por um instante suspeitaram de que não era a primeira vez que a história das suas vidas se cruzava, que o passado viria a influenciar de forma tumultuosa o presente, pondo em risco o equilíbrio daquele amor recente. Aquele homem afável com um passado secreto encarregara-se de os juntar, e Joaquim e Alice apaixonaram-se sem imaginar que estavam a ser manipulados. Afinal, quem era este misterioso homem e que história obscura escondia? Que obsessão era aquela que o levara a vigiar de perto a carreira de Alice? 
Não Vou Chorar o Passado é uma história de amores levados ao extremo, de revelações extraordinárias, em que décadas distantes se entrelaçam de forma dramática, um livro que prova a enorme capacidade de Tiago Rebelo em conferir aos seus romances uma carga psicológica e afectiva que prende o leitor da primeira à última linha.




Sem comentários:

Publicar um comentário