"Restava-me o amparo dos livros" - José Jorge Letria

quarta-feira, 19 de dezembro de 2012

1.º Parágrafo - Comer, Orar e Amar de Elizabeth Gilbert


"Quando se viaja pela Índia, sobretudo por locais sagrados e asbrams, vê-se muita gente a usar contas ao pescoço. Também se vê muitas fotografias antigas de iogues nus, escanzelados e intimidativos (ou até mesmo por vezes de iogues roliços, amáveis e radiantes) que usam igualmente contas. Esses fios de contas são chamados japa malas. São usados na Índia desde há séculos para ajudas os hindus e budistas devotos a manterem-se concentrados durante a meditação religiosa. O colar é seguro numa mão e desfiado conta a conta, uma por cada mantra repetido. Quando os Cruzados medievais rumaram a oriente para as guerras santas, presenciaram esses homens a orar com os japa malas, admiraram a técnica e trouxeram a ideia para a Europa com o nome rosário. "

in Comer, Orar e Amar página 11 de Elizabeth Gilbert

Sem comentários:

Publicar um comentário