"Restava-me o amparo dos livros" - José Jorge Letria

sábado, 11 de agosto de 2012

Dívida de Sangue - Charlaine Harris

Antes de mais, tenho a dizer que as antigas capas da série Sangue fresco eram mesmo muito bonitas, e agora com a moda de trocar as capas originais para as dos filmes/séries deixa-me muito aborrecida. Era do tipo de livros que me deixava encantada só de olhar para a capa e nem precisava de ler a sinopse. Mas as editoras é que sabem, não sou eu...

Passando à opinião:
Cada vez gosto mais da Sookie, uma personagem independente, inteligente e sensual. Continuo pouco à vontade com o Bill, ele é estranho, um pouco possessivo e pouco importante na história até este livro. Pode ser que mude. O Sam e o Eric são especiais. O Sam porque é fofinho e o Eric porque é atiradiço e inebriante. Acho que ainda vai acontecer muita coisa com estes 4. E acrescento: a protagonista está bem rodeada.

A escritora escreve deliciosamente, uma escrita simples e moderna, directa e sem grandes rodeios, e eu gosto disso. Fez-me ter vontade de continuar a ler os livros dela.


Sinopse:

Sookie Stackhouse está numa maré de azar: primeiro o seu colega de trabalho é morto e ninguém se parece preocupar; depois, é atacada por uma criatura que a infecta com um veneno doloroso e mortal. Tudo se complica quando Bill nada consegue fazer e pede a ajuda de Eric para lhe salvar a vida. A questão é que agora ela está em dívida para com Eric - um vampiro deslumbrante mas tão belo quanto perigoso. E quando ele lhe pede um favor em troca, ela tem que aceder.
De repente, Sookie está em Dallas a usar os seus poderes telepáticos para encontrar um vampiro. A sua condição é que os humanos não devem ser magoados. Mas a promessa de os vampiros se manterem na ordem é mais fácil de dizer do que de cumprir. Basta uma bela rapariga e um pequeno deslize para que tudo comece a correr mal…
Entretanto, também Eric tem os seus próprios segredos..

Sem comentários:

Publicar um comentário