"Restava-me o amparo dos livros" - José Jorge Letria

segunda-feira, 6 de agosto de 2012

1.º Paragrafo - As Rosas de Atacama - Luis Sepúlveda

" Visitei há alguns anos o campo de concentração de Bergen Belsen na Alemanha. Percorri no meio do silêncio atroz as valas comuns onde jazem milhares de vítimas do horror, perguntado a mim mesmo em qual delas estariam os restos de uma certa menina que nos legou o mais comovedor testemunho acerca da barbárie nazi e a certeza de que a palavra escrita é a maior e mais invulnerável dos refúgios , porque as suas pedras são ligadas pela argamassa da memória. Caminhei, procurei, mas não encontrei qualquer indício que me levasse à sepultura de Anne Frank" 

 in As Rosas de Atacama de Luis Sepúlveda página 7.


Sem comentários:

Publicar um comentário