"Restava-me o amparo dos livros" - José Jorge Letria

terça-feira, 30 de agosto de 2011

Os Segredos dos Conclaves


Com a falta de tempo levei séculos a ler um livrinho como este. Tem apenas 80 páginas mas havia sempre alguma coisa que não me deixava passar das primeiras 40 páginas. Ontem peguei nele e disse para mim mesma: Hoje ninguém me tira daqui !

É um livro simples, fácil de ler que conta um pouco dos problemas nas eleições dos Papas. E mostra que essa eleição não é feita por Deus mas sim pelos interesses que cada Conclave tem em eleger certa pessoa.
Quem tem interesse neste tipo de segredos que raramente são expostos. Pode ter o prazer de ler este livro. Não é nada de grande nem de pequeno, é uma boa leitura de momentos presenciados pelo próprio escritor do livro, há muito muito tempo.

Sinopse
Se leu Imprimatur, de Francesco Sorti e Rita Monaldi, o magnífico thriller histórico de êxito internacional que a Presença publicou recentemente na colecção "Grandes Narrativas", não deixará de apreciar a leitura deste manuscrito de 1700, publicado agora pela primeira vez. O autor é uma das principais personagens daquela obra e reaparecerá de novo em Secretum, a publicar brevemente, o segundo de um ciclo de romances de intriga histórica, apoiados numa sólida pesquisa de dez anos. Este surpreendente documento, roubado a Menaldi e agora encontrado em Paris pelo jovem casal de investigadores-escritores, é um verdadeiro tratado sobre o complexo jogo político que se desenrolava nos conclaves destinados a eleger novos Papas. Os Segredos dos Conclaves, uma missiva dirigida ao rei Luís XIV, é um texto particularmente inspirado e cheio de uma ironia fina. Melani, na sua qualidade de prelado e agente secreto do Rei Sol oferece-lhe todas as indicações necessárias para dominar a difícil arte de fazer prevalecer a sua influência nas eleições pontificiais da época e descreve, em particular, as vicissitudes do conclave que elegeu Inocêncio XII. Além do seu irrecusável interesse como documento histórico, é também um texto admirável que por si só justifica a leitura, mas esta ganha relevo e sentido no contexto do enredo dos referidos romances. Em todo o caso, é absolutamente um livro a não perder.

Estou a ler neste momento a Casa do Lago ;)

Sem comentários:

Publicar um comentário